Insira sua pesquisa e pressione ENTER

União de TI e RH pode garantir sucesso empresarial

A utilização da tecnologia da informação (TI) na área de recursos humanos (RH) pode significar um grande passo para a garantia do sucesso empresarial, segundo a CEO da TOPMIND, Sandra Mara, em um artigo publicado no portal administradores.com.br. De acordo com ela, o chamado RH 4.0 está transformando o papel dos recursos humanos em missões como seleção, retenção de talentos e gestão diária das atividades corporativas.

“Nesse cenário, sem dúvida, dois componentes são vitais para estabelecer qualquer planejamento hoje em dia: a tecnologia e as pessoas. Não por acaso, tem crescido o número de empresas que estão apostando em novas ferramentas para unir essas duas perspectivas em todos os departamentos, inclusive durante as etapas de contratação dos profissionais. É esse o foco que dá origem ao que o mercado tem chamado de RH 4.0, em alusão à Quarta Revolução Industrial, trazida à tona com o surgimento das novas tecnologias digitais, como a Computação em Nuvem, Analytics e Big Data”, escreveu.

Segundo Mara, a utilização dessa nova técnica de recursos humanos facilita a percepção dos melhores talentos de cada funcionário e a melhor maneira de utilizá-los para conseguir um resultado altamente positivo. “De acordo com uma pesquisa da Delloite Brasil, 33% das companhias já usam algum tipo de tecnologia de Inteligência Artificial (IA) em seus processos seletivos e 41% utilizam aplicativos em seus serviços de recursos humanos”, indica.

“As empresas devem se preparar para uma realidade nova, na qual até mesmo a gestão e os processos organizacionais serão virtuais – assim como a rotina de trabalho das pessoas que fazem parte das organizações. É essencial, portanto, que os líderes ofereçam uma experiência adequada, que valorize a presença desses profissionais. Nesse sentido, a Transformação Digital tem tudo para ser uma grande aliada dos times de RH, ajudando-os a desenvolver novas estratégias em busca dos candidatos mais preparados a este ‘novo mundo’”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *