Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Trabalho remoto impulsiona a flexibilidade e a produtividade

O trabalho remoto aumenta a flexibilidade e a produtividade entre os trabalhadores autônomos, segundo pesquisa recente da Associação de Profissionais Independentes e Autônomos do Reino Unido IPSE e do People per Hour. O relatório indicou que 87% dos freelancers viam o trabalho remoto de forma positiva. 

Quando levadas em consideração as vantagens, 55% dos autônomos afirmaram que esse tipo de trabalho lhes deu mais flexibilidade, 34% disseram que os tornaram mais produtivos, 43% que economizaram tempo e 41% disseram que a prática melhorou seu equilíbrio entre vida profissional e vida pessoal. De acordo com Chloé Jepps, vice chefe de pesquisa da IPSE, o trabalho remoto traz muitos resultados positivos. 

“O governo deve se esforçar para garantir que isso continue sendo uma maneira positiva de trabalhar para todos – não apenas promovendo espaços de trabalho em todo o país, mas também garantindo banda larga confiável e garantindo que os clientes entendam as necessidades de seus trabalhadores remotos”, afirma.

O relatório também descobriu, no entanto, que o trabalho remoto pode representar alguns desafios para os trabalhadores independentes. Dentre as principais desvantagens estão as dificuldades de comunicação com os clientes (27%), dificuldades em obter feedback regular (27%), solidão (19%), desconexão (19%) e não se sentir parte da equipe (26%). 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *