Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Startups e inovações andam sempre juntas?

De acordo com Fernando Seabra, monitor no Planeta Startup, diretor da FIESP e fundador da Fábrica de Unicórnios, é certo que as startups tendem a explorar inovações disruptivas, mas nem sempre tecnológicas. Ele escreveu um artigo no portal especializado Whow!.

“Aí começamos a compreender a diferença entre “inovação” e “invenção”: invenção é o processo de conversão de capital em ideias e inovação é o processo de conversão de ideias em capital. Quando uma empresa “inventa”, ela investe em tecnologia e Pesquisa & Desenvolvimento; ou seja, já detém recursos para criar novos produtos ou serviços ou otimizá-los e, consequentemente, prospectar novos clientes; já quando uma empresa “inova” ela detém ou não recursos, entretanto objetiva otimizar processos ou criar novos processos para reduzir custos, muitas vezes ingressando em novos mercados, nos quais as empresas existentes não conseguiram fazê-lo”, comenta.

Segundo o relatório do Boston Consulting Group, “The Most Innovative Companies, 2019”, as 50 empresas mais tecnologicamente inovadoras são conglomerados cujo capital sobrepassa a cifra de bilhões de dólares.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *