Insira sua pesquisa e pressione ENTER

SOMENTE O JUDICIÁRIO NÃO RESPEITA O LIMITE DE GASTOS   

Dados divulgados pelo Tesouro Nacional indicaram que o Judiciário é o único poder a não respeitar a regra que limita o crescimento de despesas. O Tesouro informou que o Judiciário já ampliou seus desembolsos em 8,8% no primeiro semestre deste ano, sendo que o limite era de 7,2%. 

A desobediência da regra por parte de Judiciário ainda pode ser recuperada até o fechamento da conta que o Governo faz no final do ano. No entanto, se o descumprimento persistir o Executivo terá que compensar gastando menos do que o permitido. 

A alternativa que já teve que ser utilizada pelo Executivo no ano passado, no entanto o Judiciário havia extrapolado apenas 0,3% do limite, esse ano o número já chegou a 1,6%. O executivo, no entanto, aumentou as despesas em 5,5%, ante um teto de 7,1%, o que gera uma certa folga para equilibrar as contas. 

O Legislativo, por sua vez, gerou um aumento de apenas 2,7%, no primeiro semestre, 6,8% a menos do que o teto pré estabelecido. Somando os três poderes, o cálculo não pode ultrapassar um crescimento de despesas de 7,1%. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *