Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Somente 8% dos brasileiros com mais de 60 anos ainda estão na ativa

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do último trimestre de 2018, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicou que apenas 8% dos brasileiros com mais de 60 anos ainda se encontram no mercado de trabalho. No entanto, essa faixa etária representa 19% das pessoas que são consideradas “em idade para trabalhar”.

Com a atual proposta de reforma da Previdência, protocolada pela equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro, esse panorama deve mudar, visto que a idade mínima para se aposentar nesse critério seria elevada para 65 anos para homens e 62 anos para as mulheres. No ano passado, esse número representava 7,5 milhões de empregados no País, mas nem todos possuíam carteira assinada.

Para a pesquisadora Ana Amélia Camarano, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a força de trabalho madura, que é aquela classificada entre 50 a 64 anos, vai ser a primeira a sofrer as mudanças da reforma. Segundo a coordenadora do curso de capacitação em Recursos Humanos da Fundação Getulio Vargas (FGV) e mentora de carreiras, Anna Cherubina, o mercado está em constante transformação e as pessoas precisam se adequar.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *