Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Setor de eletroeletrônicos cai 24%

O setor de eletroeletrônicos e eletrodomésticos acabou retraindo 24% nos primeiros cinco meses do ano de 2022, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos e Eletrodomésticos (Eletros). Nesse caso, foram comercializados 31,49 milhões de unidades de produtos neste ano, contra 38,99 milhões em igual período de 2021.

“Nossos resultados estão diretamente vinculados ao poder de compra da população que vem sendo prejudicado pela inflação alta, que diminui a renda das famílias, e o aumento na taxa de juros que eleva as restrições e inibe o consumidor a buscar crédito para adquirir nossos produtos. O dólar acima de patamares desejáveis também dificulta”, destaca o presidente executivo da Eletros, Jorge Nascimento.

Ele explica que existe uma reação negativa em cadeia com aumento dos custos da matéria prima e nos transportes. “Nossas indústrias estão comprometidas com a manutenção dos preços dentro do possível, garantindo operacionalidade de seus negócios. Entretanto, os aumentos muitas vezes são inevitáveis quando se trata de um problema estrutural, que afeta toda cadeia produtiva, se desdobrando até o varejo”, acrescenta.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *