Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Riscos trazem tendência pessimista para o dólar

De acordo com o economista-chefe da MB Associados, Sergio Vale, os riscos políticos e fiscais previstos para os próximos meses indicam uma tendência pessimista. Nesse contexto, o “câmbio de equilíbrio” ideal atualmente seria de R$ 3,80 por dólar.

“Assim como isso ajudou no ciclo inflacionário de 2015/2017, agora não seria diferente. O problema é que as condições que sustentaram aquela queda não estão presentes hoje, especialmente a mudança política que permitiu uma troca radical na condução da política econômica”, afirmou Vale ao portal especializado Neofeed.

Sendo assim, a diferença entre o câmbio à vista e o de equilíbrio está nos mesmos patamares observados no auge da crise do governo Dilma Rousseff. “Os fundamentos estrito senso indicariam uma taxa de câmbio de equilíbrio hoje na casa de R$ 3,80. Não houvesse os riscos todos a frente, essa deveria ser a taxa de câmbio coerente com os fundamentos da economia, especialmente o elevado diferencial de juros, dívida bruta em queda e apreciação do dólar”, defende Vale.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *