Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Renan Calheiros na cabeça?

Por 7 votos contra 5 dentro do partido o senador alagoano tornou-se o candidato do MDB à presidência do Senado. Era previsível. Vai liderar o bloco de grande parte dos derrotados por Jair Bolsonaro na eleição de outubro. A eleição para escolha do presidente do Senado é nesta sexta (01.02.19)

A história dos últimos 25 anos no Brasil nos ensina que Renan Calheiros não entra para perder. E ele está com a mão na taça para presidir o Senado da República mais uma vez, justamente no primeiro ano legislativo após a eleição em que dezenas de milhões disseram que queriam mudanças. Que queriam ética. Que queriam honestidade… sim, honestidade.

Depois que Dias Toffoli no STF derrubou a liminar do senador Lasier Martins (PSD-RS) que garantia voto aberto, Calheiros está quase indo para o abraço. Foram muitas vitórias nos últimos meses. No STF absolveram ele do peculato. Lembram da denúncia de desviar recursos para pagar em espécie a pensão da filha? Foi reeleito com folga senador por mais oito anos. E agora é o candidato do insolúvel MDB (que tirou o P de… progresso?).

Jair Bolsonaro ligou para dar os parabéns a ele. Lógico. Primeiro para ele, depois para os outros sete candidatos.

Se é verdade que o atual presidente da República tem um faro político sem igual, Renan Calheiros será eleito presidente do Senado. Ele já farejou. Se isso de fato se confirmar, resta esperar que ele ajude nas reformas.

Sem elas o Brasil já era.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *