Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Reformas estão 30 anos atrasadas, diz Gustavo Franco

O ex-presidente do Banco Central (BC), Gustavo Franco, afirmou que as reformas que estão sendo realizadas agora no Brasil estão 20 ou 30 anos atrasadas. Ele disse ainda que o País está correndo o risco de repetir o que a Argentina fez no passado, regredindo à patamares do século anterior.

“Já deveríamos estar na terceira ou quarta gerações de reformas nesses mesmos temas: Previdência, tributária, trabalhista. Nem conseguimos começar direito a trabalhista e a abertura (comercial). O Brasil continua hoje uma economia tão fechada quanto era nos anos 1980. E ainda há vozes falando sobre o gradualismo da abertura. É inacreditável”, comenta ele em entrevista para o portal Estadão.

Além disso, ele afirmou ainda que o Brasil “é o País da procrastinação”. “Estamos estagnados há quase quatro décadas. Desse jeito, vamos reproduzir, no século XXI, o que foi o século XX da Argentina, que recuou para o século XIX. É triste, mas a nossa timidez em atacar as reformas econômicas tem um prejuízo de longo prazo horrível”, completa.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *