Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Recursos do ‘Minha casa, Minha Vida’ vão só até junho

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, afirmou nesta quarta-feira (24/04) que o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ terá recursos apenas até o mês de junho. De acordo com ele, a pasta precisa de uma ampliação do limite orçamentário, que pode ser conseguida com a reforma da Previdência.

“Só temos recursos orçamentários para seguir até junho, uma vez que nosso limite de empenho foi reduzido. A situação é emblemática e por isso estamos trabalhando junto ao Ministério da Economia e Casa Civil para seguirmos com o programa. Precisamos de ampliação do limite orçamentário”, disse o ministro, salientando que a reforma melhoraria o ambiente econômico do País e, consequentemente, faria com que sobrasse mais verba para os demais ministérios.

Nesse sentido, a Pasta teve um aporte de R$ 800 milhões neste ano para garantir a execução do programa em abril, maio e junho, sendo que já havia recebido R$ 900 milhões para as contratações feitas até novembro de 2018. Até o fim do ano, o Ministério precisa de um aporte de R$ 1,5 bilhão para garantir o seu amplo funcionamento.

(Equipe do site)

One Comment

  • Max Guimaraes disse:

    Que se acabe mesmo este EMBUSTE ELEITOREIRO pois tudo que vem de GOVERNOS CRIMINOSOS coisa boa não é! Que o novo governo faça, p. exemplo, como a extinta LEI ROUANET, substituída por LEI DE INCENTIVO À CULTURA com novos e decentes critérios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *