Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Queda das redes sociais: quais as consequências?

A semana se iniciou com a queda generalizada das principais redes sociais, com Facebook, Instagram e WhatsApp ficando fora do ar por aproximadamente seis horas em todo o mundo. De acordo com Antonio Carlos Moreira, especialista em gestão de Relações Institucionais, comunicação e iniciativas corporativas de Responsabilidade Socioambiental, uma enquete da Soma Estatísticas aponta aspectos a serem considerados sobre o papel das redes sociais para profissionais e o mundo corporativo.

“Para a maioria, 39%, dos profissionais, executivos e gestores que responderem a enquete, as cerca de doze dessas redes fora do ar causaram POUCO impacto. Logo em seguida, 35%, afirmaram que praticamente QUASE NENHUM problema em suas atividades decorreu da pane. Já aqueles que relataram impacto MUITO negativo totalizaram 26%”, disse, em seu perfil na rede social LinkedIn.

Gustavo Chianca, gerente-coordenador orgão de Alimentação e Agricultura das Nações Unidas (FAO), afirma que a paralização afetou bastante os trabalhos. “Como as sedes se relacionam, além de instituições no país, entre-si mundialmente, afetou-nos muito”, explica. No entanto, alguns discordam, devido à curta duração da queda.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *