Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Problema hídrico não acaba este ano, diz ministro

A crise hídrica do Brasil, que consequentemente causa uma crise de energia elétrica, não deve acabar neste ano, se mantendo também em 2022, de acordo com o que afirmou o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Ele afirmou, para o Jornal O Globo, que o mês de setembro vai ser decisivo para avaliar a eficácia dos programas anunciados pelo governo.

“O mês de setembro se caracteriza de maior importância, porque lançamos os programas. Se a demanda não reduzir, ou se o programa de resposta da demanda não corresponder à expectativa de reduzir o consumo na ponta, vamos ter que trabalhar na oferta, na ampliação da geração”, explica o ministro.

Ele explica ainda que os reservatórios devem ficar mais baixos até o final do ano. “Evidentemente, nós não estamos preocupados só com 2021. Mas também com 2022, 2023, 2024. Porque os nossos reservatórios estão em níveis baixos e ficarão ainda mais baixos até o fim do ano. As coisas não vão se resolver em dezembro, muito menos em abril de 2022”, afirma Bento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *