Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Prévia da inflação é a maior para novembro desde 2002

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), considerado a prévia da inflação, teve alta de 1,17% em novembro, sendo esse o maior valor obtido para o mês desde o ano de 2002, quando chegou a 2,08%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Todos os grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram alta em novembro. A maior variação (2,89%) e o maior impacto (0,61 p.p.) vieram dos Transportes. Na sequência, vieram Habitação (1,06%) e Saúde e cuidados pessoais (0,80%), com impactos de 0,17 p.p. e 0,10 p.p., respectivamente. Juntos, os três grupos contribuíram com 0,88 p.p. no IPCA-15 de novembro, o equivalente a cerca de 75% do índice do mês. Cabe mencionar ainda os resultados de Vestuário (1,59%), segunda maior variação no mês, e de Alimentação e bebidas (0,40%), que desacelerou em relação a outubro (1,38%). Os demais grupos ficaram entre o 0,01% de Educação e o 1,53% de Artigos de residência”, completa.

O resultado do grupo Transportes (2,89%) foi influenciado principalmente pela alta nos preços da gasolina (6,62%), que contribuiu com o maior impacto individual no índice do mês (0,40 p.p.). “No ano, o combustível acumula alta de 44,83% e, em 12 meses, de 48,00%. Além disso, também foram observadas altas nos preços do óleo diesel (8,23%), do etanol (7,08%) e do gás veicular (2,59%)”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *