Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Precisamos fazer a coisa certa – por José Antonio Rosa

Os EUA estão liberando US$ 2 trilhões para reduzir os impactos da pandemia do novo coronavírus na economia. E se necessário fará novos aportes. Os recursos serão destinados para atender as necessidades dos trabalhadores, empresas e o sistema de saúde. Esse valor representa mais que o PIB anual brasileiro de 2019.

Por que os EUA conseguem liberar esses recursos na economia e o Brasil não? A resposta é simples: porque os EUA são uma nação rica. Enriqueceu porque sempre fez a coisa certa e diametralmente oposta do que o Brasil historicamente sempre fez.

Alguns jornalistas e comentaristas políticos estão cobrando do ministro da Fazenda um plano similar ao apresentado nos EUA.

Será feito e de forma extremamente módica. E por que não terá a mesma presteza e celeridade com que ocorreu nos EUA? A resposta também é simples. Não tem dinheiro. Somos pobres. Estamos há 5 anos acumulando rombos fiscais.  Somos um país com muitas riquezas, mas pobre e com muitos pobres. Nunca priorizamos o desenvolvimento e a prosperidade.

Diferente dos EUA, no Brasil o Estado é maior que o cidadão e nos tornamos escravos do Estado destinando 5 meses do nosso trabalho para sustentá-lo sem o devido retorno em serviços públicos essenciais.

Nos EUA o cidadão, os empreendedores, os trabalhadores e as comunidades são protagonistas e senhores da história. Nos EUA as pessoas valem muito e as coisas valem pouco.

Neste momento de profunda crise sanitária e humanitária que está e redundará ainda mais na economia as soluções do país estarão aquém das necessidades das pessoas. Serão soluções pobres e possíveis porque somos um país pobre e sem muitas possibilidades. Essa é a verdade.

O novo coronavírus está nos mostrando uma realidade que muitos políticos, economistas, professores, intelectuais de toda a espécie nunca quiseram ver, outros não quiseram mostrar e outros ainda não conseguiram se fazer crer.

Teremos dificuldades para superar essa crise, mas conseguiremos porque muitos brasileiros estão dispostos a trabalhar e são sensíveis às mudanças que necessariamente deverão ocorrer.

A lição que fica não é nova, mas o seu aprendizado deverá ser. Não podemos mais cometer os mesmos erros esperando um resultado adverso exitoso.

We need to do the right thing.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *