Insira sua pesquisa e pressione ENTER

PDT DEFENDE DIRIGENTES COM FUNDO PÚBLICO 

Informações publicadas na Folha de São Paulo informam que o PDT está pagando a defesa de dirigentes do partido em processos da Lava Jato com dinheiro público proveniente do Fundo Partidário. De acordo com a Folha, o partido assinou um contrato de R$ 350 mil com o escritório do advogado Willer Tomaz. 

A Lei dos Partidos autoriza o pagamento de despesas para a manutenção das siglas, mas não informa, especificamente, se o dinheiro pode ser destinado aos componentes do partido. Nesse sentido, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vem reprovando as contas do PDT quando entende que os gastos não são relacionados com atividades partidárias. 

O partido ainda não se manifestou sobre o caso, mas o advogado admitiu a contratação dos serviços pela sigla. Tomaz explicou que não foram estabelecidas as origens do dinheiro pago pela defesa e que o contrato foi rescindido quando o caso saiu do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Foi divulgado também o acórdão do TSE sobre as contas de 2011 do PDT. O documento diz ser “possível a contratação de advogado para a defesa de terceiros, desde que o partido demonstre sua condição de filiado e que a conduta, em exame, tenha relação direta com as atividades desenvolvidas para a agremiação”, conclui. 

(Equipe do site)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *