Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Paulo Preto, o homem-bomba dos tucanos, condenado a 27 anos

A juíza federal Maria Isabel do Prado aplicou pena de 27 anos de prisão a Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, operador do PSDB, pela prática de crimes relacionados ao Rodoanel. Ele foi diretor da DERSA (Desenvolvimento Rodoviário S.A.) nas administrações tucanas.

A informação é de O Antagonista.

O ex-diretor da Dersa e outras 32 pessoas haviam sido denunciados pelo Ministério Público pela formação de um cartel de empreiteiras para a construção do trecho sul do Rodoanel.

Tucanos de alta plumagem estão tremendo de medo. A esperança de Paulo Preto e seus parceiros são alguns “supremos” do STF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *