Insira sua pesquisa e pressione ENTER

PARTIDOS DEVEM R$ 3,6 BILHÕES EM ‘CALOTES’

Protestos de dívidas dos partidos políticos, ou os chamados ‘calotes’ chegaram a R$ 3,6 bilhões neste ano de 2018. As dívidas, provenientes de 7 dos 13 partidos que disputam as eleições presidenciais, vão desde vão desde contas de luz até multas eleitorais e a sigla que mais possui cobranças é o PT de São Paulo.

De acordo com informações publicadas pelo jornal Estadão, 52 protestos contra PT, PSDB, PSOL, MDB, PSL, PPL e Rede estão, até o momento, sem solução de pagamento. Dentre os protestos estão contas como alimentação, transportes, serviços gráficos e produção de vídeos.  

O Partido dos Trabalhadores de São Paulo possui, sozinho, 27 protestos que vão de R$ 75 a R$ 675 mil, sendo que todos os diretórios do PT somam R$ 1,8 milhão em débitos protestados por 19 credores. Segundo Giovane Favieri, proprietário da Rentalcine, credor que não recebeu do partido por serviços prestados, foram efetuadas diversas cobranças, mas o partido não se disponibilizou a pagar as dívidas.

“Uma situação chata, como qualquer dívida que você tem para receber. Cobrei amigavelmente, mas até certo ponto. Aí precisei abrir o protesto. Foi a primeira vez que tive de fazer isso depois de prestar serviço a um partido. Tentei dialogar, mas fiquei sem respostas”, disse.

O diretório municipal do PT em São Paulo afirma que o débito já foi quitado, mas o processo ainda permanece em aberto.   

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *