Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Pandemia facilitou ciberataques, acreditam empresas

Aproximadamente 75% dos líderes brasileiros de negócios e de segurança atribuem os ataques cibernéticos recentes às vulnerabilidades na tecnologia implementada durante a pandemia, segundo inficou o estudo estudo “Além das fronteiras: o futuro da segurança cibernética no novo mundo do trabalho”. Ele foi realizado pela Forrester Consulting a pedido da empresa de cibersegurança Tenable.

“Enquanto as organizações brasileiras lutavam para entender e lidar com esses riscos, os invasores evoluíram rapidamente, resultando em um aumento sem precedentes nos ataques cibernéticos”, avaliou Arthur Capella, country manager na Tenable Brasil. “Os CISOs e os líderes de ‘infosec’ devem reavaliar sua abordagem para navegar com eficácia e proteger a força de trabalho remota e garantindo que as organizações brasileiras não fiquem vulneráveis a ataques cibernéticos”, completou.

Nesse contexto, 82% dos trabalhadores remotos no país têm seis ou mais dispositivos conectados às suas redes domésticas, e muitos admitem usar um dispositivo pessoal para acessar dados de clientes (55%) e registros financeiros (38%).

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *