Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Pandemia ainda impactava 4 em cada 10 empresas em agosto

Quatro em cada 10 empresas ainda sentiam impacto negativo da pandemia na 1ª quinzena de agosto, segundo os dados da Pesquisa Pulso Empresa: Impacto da Covid-19 nas Empresas, que integram as Estatísticas Experimentais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a pesquisa, os efeitos negativos foram percebidos por 38,8% das empresas de pequeno porte, enquanto que essa fatia de prejudicadas desceu a 28,4% entre as intermediárias e 25,5% entre as grandes empresas. “Obviamente as pequenas empresas têm menos capacidade de diversificar suas receitas. Elas têm mais dificuldade que a grandes empresas, não só ao longo da quarentena, mas em relação ao período que a gente tem observado de retomada da atividade”, disse Flávio Magheli, coordenador de Pesquisas Conjunturais em Empresas do IBGE.

Para Alessandro Pinheiro, coordenador de Pesquisas Estruturais e Especiais em Empresas do IBGE, existe um problema atual de oferta. “Agora, efeitos que mais se destacam são justamente em relação à cadeia de suprimentos. Os serviços não acusam muito esses efeitos por conta de sua natureza de não depender muito fornecedor. O problema é mais latente e atinge principalmente os setores mais frágeis nessa relação da cadeia, atinge mais o comércio varejista e a construção civil”, apontou Pinheiro.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *