Insira sua pesquisa e pressione ENTER

PALOCCI CRITICA TRATAMENTO DIFERENCIADO DO STF A LULA

O ex-ministro Antônio Palocci, que está preso em Curitiba (PR), criticou a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) por pautar o Habeas Corpus do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva antes que o seu. A defesa de Palocci chegou a pedir à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, que seu pedido de liberdade fosse julgado no mesmo dia do líder petista, mas mudou de ideia um dia depois.

Palocci cumpre pena em regime fechado desde setembro de 2016, acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, sendo condenado a 12 anos e dois meses. O ex-ministro acusou o STF de “furar a fila” e argumentou ter “prioridade absoluta”, pois está preso há mais de um ano e já teve seu pedido negado sucessivas vezes.

“O Supremo criou duas categorias de cidadão: a que impetra um habeas corpus preventivo e fura a fila e a outra de quem está preso há um ano e quatro meses a espera do julgamento do mesmo recurso pelo STF”, disse o ex-homem-forte dos governos do PT.

O STF aceitou o pedido de julgamento do habeas corpus preventivo de Lula por seis votos à cinco e a sessão que avaliará o pedido foi adiada para o dia 4 de abril. A defesa tenta, com isso, evitar a prisão do ex-presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *