Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Otimismo no exterior pressiona queda do dólar

Um panorama de otimismo no exterior elevou o apetite por risco, o que acabou pressionando o dólar para uma queda frente ao real, de acordo com informações divulgadas pela agência de notícias Reuters. O dólar à vista fechou a sessão anterior em queda de 0,64%, a 4,0931 reais na venda, menor nível para um encerramento desde 6 de novembro.

Isso se deve, principalmente, a um “acordo em princípio” entre os Estados Unidos e a China, que vem travando uma disputa comercial. No acerto alcançado, os Estados Unidos suspenderiam as tarifas que entrarão em vigor sobre 160 bilhões de dólares em produtos chineses, e Pequim prometeu comprar mais produtos agrícolas dos EUA, informou a Bloomberg, sem mais detalhes.

“O movimento de hoje está dentro do previsto”, disse Camila Abdelmalack, economista da CM Capital Markets. “O dólar está mais enfraquecido por conta do melhor apetite por risco, tanto pelo resultado das eleições no Reino Unido quanto pelo noticiário comercial EUA-China, e isso favorece as moedas emergentes”, completa.

No exterior, o índice do dólar tinha queda acentuada de 0,54% contra uma cesta de moedas fortes. De acordo com o Banco Central, serão realizados dois leilões de rolagem de linhas de dólar, simultaneamente, por dia.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *