Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Os sábios da tribo – por Carla Rojas Braga

A população idosa cresce expressivamente, devido ao avanço da tecnologia nos tratamentos de saúde, que prolongam a expectativa de vida.

Talvez nem tanto agora , com essa devastação que a covid está fazendo nessa população , mas até por isso, cada vez mais, precisamos dar o devido valor que os mais velhos e mais experientes merecem.

Quem chega à velhice é confrontado com inúmeras mudanças que desafiam o senso de autonomia e capacidade de realizações.

Nesse contexto, as relações sociais na terceira idade são muito importantes.

O envelhecimento do ser humano é resultado de uma série de processos que começam com o surgimento da vida e continuam durante o seu ciclo.

Ele representa o momento em que o indivíduo olha para o passado e revive muitas situações.

Como se trata de um período de mudanças profundas, requer flexibilidade de todos — inclusive de familiares.

Considero extremamente importante valorizar a experiência do idoso.

Em culturas orientais, as pessoas com mais idade são extremamente valorizadas por causa de sua experiência e consequente sabedoria.

São super respeitadas por isso.

Até em tribos indígenas, como se vê em muitos filmes , os sábios da tribo são sempre os mais velhos.

Em países desenvolvidos, os velhos são contratados em diversas empresas e instituições, como lojas e museus, por exemplo, e não simplesmente descartados, como aqui.

Sabedoria é uma equação que soma experiência mais inteligência.

Vivemos numa época em que todos têm muitas atividades, inclusive os bem jovens, e isso fez com que perdêssemos uma chance fundamental de aprendizado com nossos velhos: as conversas com os pais e avós, quando são contadas histórias de vida e são transmitidos conhecimentos de quem já vivenciou inúmeras situações parecidas com as que os jovens vivenciarão.

Penso que uma das atividades sociais mais importantes para garantir qualidade de vida, saúde mental e felicidade para um idoso seja a de conviver e poder conversar e contar seu passado para seus familiares e quem sabe até para outros jovens de fora da família.

As escolas e as empresas deveriam, inclusive, contratar idosos como “ contadores de histórias “.

Como os sábios da tribo.

É o que os avós são: sábios.

Feliz dia dos avós para todos os que já são e para os que, com sorte, virão a tornar-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *