Insira sua pesquisa e pressione ENTER

“NÃO É RECOMENDAÇÃO DA ONU”, DIZ MINISTRO SOBRE CASO LULA

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes minimizou a recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), sobre o caso envolvendo o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, dizendo que a recomendação de garantir os direitos de Lula não veio da Organização. Segundo ele, a manifestação foi de um subcomitê.

“Não é manifestação da ONU. É um subcomitê do comitê. Não tem nenhuma vinculação. É como uma manifestação do IBCCRIM [Instituto Brasileiro de Ciências Criminais], dos advogados. Não tem efetividade jurídica alguma”, comentou.

Além disso ele garante que todas as providências legais estão sendo tomadas para que a legislação seja cumprida. “Esse subcomitê… o que ele fala? Tomar todas as providências. Todas as providências sempre foram tomadas aplicando a legislação. O TSE vai aplicar a legislação. Não é competência do subcomitê. Como diria minha avó: cada macaco no seu galho”, enfatiza.

Outro ministro da Corte a se manifestar foi Marco Aurélio. Para ele, Para ele, a questão leva a uma reflexão. “Vinculante não tem, porque impera no Brasil a nossa ordem jurídica, não a estrangeira. Agora é claro que não deixa de levar a reflexão. Alguma coisa está errada, eu, por exemplo, não compreendo, não se ter pautado até hoje as declaratórias que eu liberei em dezembro. Alguma coisa aí está errado”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *