Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Maia quer reforma tributária antes da administrativa

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que dificilmente será aprovada uma reforma administrativa, caso a reforma tributária não for feita antes. Nesse cenário, ele lembrou que as duas medidas muito importantes para o desenvolvimento econômico do País.

“Eu disse hoje à assessora do ministro Paulo Guedes e ao secretário [adjunto de Fazenda] Esteves [Colnago Junior] que para a gente não tinha isso da [reforma] administrativa ser mais importante que a reforma tributária. As propostas são todas fundamentais e urgentes. Vamos ter dificuldade em avançar na administrativa se não tivermos condições de avançar na tributária”, afirmou Maia no evento Brasil de Ideias, do Grupo Voto, sobre reforma tributária.

Na reforma administrativa, a PEC que será apresentada deverá conter uma ampla mudança na jornada do servidor, com o enxugamento de carreiras e redesenho nas tabelas salariais. “A Câmara de Deputados custa R$ 5,5 bilhões. Sem deputado, custa R$ 4,2 bilhões. Sem deputado e sem gabinete de deputado. O salário médio do servidor estatutário é R$ 30 mil. Então é R$ 1,6 bilhão de salário, mais R$ 1 bilhão e pouco, dá R$ 3 bilhões e pouco de salário e aposentadoria de servidor público”, afirmou.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *