Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Lei europeia torna o gerenciamento de dados mais desafiador

As novas normas do Regulamento Europeu Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês) tornou mais desafiador o gerenciamento de dados, segundo Günter Martin é diretor do Centro de Excelência e Privacidade IoT da TÜV Rheinland em Colônia, na Alemanha. O artigo escrito por ele e publicado no portal especializado itforum365.com.br explica que, a partir do GDPR “os dados pessoais devem ser limitados ao que é necessário para fins de processamento e operação dos equipamentos IoT”.

“O processamento de dados pessoais está sempre sujeito a uma limitação de finalidade. No entanto, os consentimentos são frequentemente formulados de forma abrangente e permitem que os dados sejam usados para propósitos que nada têm a ver com a aplicação real. Isto também se aplica aos processos de segurança, criptografia e atualização de versões”, escreveu.

De acordo com o especialista, a segurança dos dados e a confiabilidade dos produtos inteligentes são cruciais para a inovação e a confiança nos fabricantes e fornecedores. “Os serviços de uma entidade qualificada e independente podem contribuir para tornar os serviços digitais e produtos inteligentes mais seguros”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *