Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Juros do cheque especial são limitados em 8%

O governo federal decidiu limitar a 8% ao mês os juros cobrados pelos bancos no cheque especial. A medida foi aprovada ontem durante reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN), que é composto pelo ministro da Economia (Paulo Guedes), pelo presidente do Banco Central (Roberto Campos Neto) e pelo secretário especial da Fazenda (Waldery Rodrigues).

No entanto, essa decisão permitiu que as instituições cobrem uma tarifa mensal para oferecer o produto a seus clientes. De acordo com o Banco Central, a mudança tem o objetivo de tornar o produto menos “regressivo”.

Nesse cenário, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) afirmou que vai analisar a resolução aprovada pelo CMN para avaliar os impactos da medida. “É preciso proteger os banqueiros dos banqueiros”, afirmou o ex-economista da entidade Roberto Troster. “As taxas muito altas criam muitas externalidades negativas”, completa.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *