Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Investidor estrangeiro está otimista quanto ao Brasil

O executivo do Banco UBS Global Wealth Management, Alejo Czerwonko, em entrevista ao Estadão, afirmou que os investidores internacionais têm um “otimismo cauteloso” com o Brasil porque há expectativas de mudanças estruturais serem entregues pelo governo, entre elas o avanço das privatizações. Para ele, no entanto, o País está vulnerável a problemas regionais.

“É improvável que vejamos quantidades abundantes de recursos estrangeiros ingressando no País porque os desafios para a economia da região são muitos. Alguns desses desafios locais foram resolvidos e, na margem, as ações da atual administração continuarão a ser bem-sucedidas. Há grande urgência de reformas estruturais na América Latina, mas, na região, vários países estão revertendo reformas e não adotando passos adiante. Nesse ambiente, o fato de que o Brasil está tentando e parcialmente sendo bem-sucedido em aprovar reformas socialmente difíceis é algo para ser aplaudido “, afirma.

Ele também fez uma avaliação positiva da evolução econômica do Brasil no médio prazo, e projeta que o crescimento vai ficar no nível de 2% nos próximos anos. “Há um contexto internacional que precisa ser analisado, no qual a economia global deve registrar uma expansão menor por um período mais prolongado, com baixos juros e inflação”, completa.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *