Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Inflação deve crescer 1,8% para 2020, diz Ipea

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou sua previsão de alta de 1,8% dos preços ao consumidor, 1,1 p.p abaixo dos 2,9% previstos anteriormente, em março deste ano. De acordo com o Ipea, este aumento se deve, principalmente, aos impactos da pandemia do novo coronavírus na economia.

“A grande contribuição para a queda do IPCA ao longo dos últimos meses veio da retração dos preços administrados, cuja inflação em 12 meses recuou de 4,4% para -1,0%, entre março e maio. Em contrapartida, os preços dos alimentos em domicílio mostram aceleração nos últimos meses, refletindo a desvalorização cambial e o aumento da demanda por alimentos, provocado por mudanças no padrão de consumo das famílias no período recente”, indica o órgão.

Isso porque, a inflação desses produtos chegou a 8,1% nos 12 meses encerrados em maio, com destaque para o reajuste das carnes (19%) e das aves e ovos (13%). “Para os próximos meses, entretanto, espera-se uma desaceleração deste ritmo de elevação dos preços, de modo que, os alimentos devem deve encerrar 2020 com alta de 3%”, completa.

“Além dos alimentos, outro segmento que parece ter sido impactado pela pandemia é o de produtos de informática. Em maio, a alta registrada neste conjunto de itens foi de 4,6%, impulsionada, provavelmente, pelo aumento da demanda dado a adoção do teletrabalho em diversos setores da economia”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *