Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Indústria 4.0 é a força motriz da competitividade, diz especialista

A indústria 4.0 pode ser a força motriz que irá alavancar a competitividade industrial brasileira como um todo. Foi isso que afirmou Carlos Gallani, que é conselheiro da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (AHK Paraná) e diretor de Manufatura da Bosch em Curitiba, em um texto publicado no portal especializado itforum365.com.br.

“Os países mais desenvolvidos já tomaram a dianteira ao proporcionar a conexão e interatividade entre o homem, a máquina e os processos, por entenderem que a tendência é ser mais ágil, ter produtos customizados, com baixo lead time, alta eficiência energética e ter diferentes canais de distribuição”, comenta o especialista.

Ele explicou que o parque fabril brasileiro tem em média 20 anos e, para otimizar os investimentos em tecnologias de I4.0, serão necessárias adequações no chão de fábrica. “Um caminho viável para isso é a sensorização das máquinas e ferramentas já existentes, especialmente quando olhamos para as pequenas e médias empresas. Essa solução, além de permitir uma melhor visualização da cadeia produtiva, ajudará na tomada de decisões, na logística e até mesmo na escolha dos fornecedores, garantindo ganho de eficiência e atratividade de investimentos no país”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *