Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Importação de energia é a maior desde 2001

Dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) indicaram que a importação de energia pelo Brasil em 2018 foi a maior dos últimos 17 anos. Isso porque o país importou 1.131 gigawatts-hora (GWh) da Argentina e do Uruguai no ano passado, sendo que a energia fornecida pela Venezuela, que atende apenas ao estado de Roraima, não foi contabilizada no cálculo.

De acordo com as informações, a principal razão desse aumento foi o encarecimento da energia produzida dentro do Brasil, devido à queda no armazenamento de água nos reservatórios de hidrelétricas. Antes disso, a maior soma de GWh importada tinha sido registrada em 2001, quando o cálculo ficou em 3.917 GWh. Naquele ano, o país passou por um racionamento devido à falta de chuvas.

Segundo o ONS, as trocas entre os países ocorrem quando há “folga de recursos energéticos e de geração em um país e necessidade em outro, ou para atender emergências”. Nesse cenário, o Brasil possui um grande acordo com Argentina, Uruguai e Paraguai e pode tanto importar quanto exportar energia.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *