Insira sua pesquisa e pressione ENTER

IBGE aponta recorde na desigualdade do Brasil

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indicou recorde na desigualdade social brasileira, já que a diferença entre os rendimentos dos mais pobres e dos mais ricos nunca foi tão grande. Nesse cenário, o rendimento médio mensal do 1% mais rico atingiu, em 2018, o equivalente a 33,8 vezes o ganho obtido pelos 50% mais pobres. 

Além disso, de 2017 para 2018, o ganho dos 10% mais pobres caiu 3,2% para uma média de R$ 153 enquanto o do 1% mais rico aumento 8,4% para R$ 27.774. Além disso, o aumento da desigualdade, segundo a pesquisa, coincidiu com uma diminuição de famílias atendidas pelo programa Bolsa Família de 15,9% no total do país em 2012 para 13,7% em 2018. 

Em relação à concentração de renda, foi possível constatar que os 10% da população com os maiores ganhos detinham 43,1% da massa de rendimentos no ano passado. Em contraponto, os 10% mais pobres ficavam com apenas 0,8% da massa. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *