Insira sua pesquisa e pressione ENTER

GUEDES DIZ QUE REFORMA DA PREVIDÊNCIA TERÁ REGIME DE CAPITALIZAÇÃO

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a proposta de reforma da previdência que será proposta pelo atual governo será mais dura do que o projeto do governo de Michel Temer e também contará com regime de capitalização. De acordo com Guedes, o trabalhador manteria uma espécie de poupança própria para garantir sua aposentadoria no futuro.

“O sistema de capitalização, como estamos desenhando, é algo bastante mais robusto, mais difícil, o custo de transição é alto, mas estamos trabalhando para as futuras gerações”, disse o novo ministro.

Segundo o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o novo texto fará com que o Brasil não precise discutir novas reformas nas próximas duas décadas. Nesse cenário, ele reafirmou a necessidade de enrijecer a proposta, mesmo que custe alguns benefícios. “Nós deveremos apresentar uma proposta e o nosso objetivo é que o Brasil, nos próximos 20 anos, não tenha mais que falar de reforma da Previdência”, afirmou Onyx.

Bolsonaro, no entanto, defendeu uma reforma mais leve na semana passada, o que acabou gerando um mal-estar dentro da equipe econômica. “Queremos democratizar a poupança, acelerar o ritmo de crescimento, estimular o aumento de produtividade, gerar emprego. Então, é uma reforma bem mais profunda”, disse Guedes.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *