Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Gastos com militares pressionam finanças estaduais

Os gastos com militares aumentaram nos últimos tempos e acabaram pressionando as finanças dos estados brasileiros, segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). De acordo com os resultados do levantamento, a folha de pagamento dessa categoria nos estados é de quase R$ 80 bilhões.

Segundo a pesquisa, quantidade de militares inativos é crescente, e os salários são maiores do que o observado entre os trabalhadores ativos, levando em consideração que a categoria, tradicionalmente, se aposenta mais cedo do que as demais. Os militares nos estados são formados em sua maioria por praças (90%) das PMs e Corpos de Bombeiros, já que os gastos com militares do Exército, Marinha e Aeronáutica são de responsabilidade da União.

Nesse cenário, os salários daqueles que estão na ativa chegam a uma média de R$ 5.237, a remuneração dos inativos é de R$ 7.860,62 e a de pensionistas chega a R$ 4.820,70. No entanto, enquanto a receita líquida dos governos estaduais cresceu 3% ao ano de 2006 a 2017, os gastos com militares aumentaram 7% ao ano no período

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *