Insira sua pesquisa e pressione ENTER

EUA buscam diminuir preço internacional do petróleo

Os Estados Unidos anunciaram que irão liberar anunciaram que vão liberar 50 milhões de barris de petróleo da Reserva Estratégia, em conjunto com outros países consumidores, como China, Índia, Japão, Coreia do Sul e Reino Unido. As informações foram divulgadas pelo portal especializado Poder360.

Com isso, os EUA pretendem reduzir os preços do mercado internacional, o que pode ocasionar uma ação Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP+). Essa decisão ocorreu logo depois que membros da organização rejeitarem pedidos para aumentar a produção, representa um desafio para os países produtores que controlam o mercado, como a Rússia e a Arábia Saudita.

Segundo o documento, o presidente Joe Biden está utilizando “todas as ferramentas disponíveis para reduzir os preços e resolver a falta de oferta da commodity”. A Casa Branca disse ainda que a liberação ocorrerá de 2 formas. A primeira será com a “troca” dos 32 milhões de barris nos próximos meses. A nota afirmava que a mudança se trata de uma “ferramenta compatível com o ambiente econômico específico de hoje”, pois os mercados esperam que haja uma redução nos preços do petróleo e a medida ajuda a fornecer um “alívio imediato” aos americanos e faz uma “ponte” para esse período de preços mais.

Nesse contexto, a Casa Branca informou que os consumidores estadunidenses estão sentindo os preços elevados da gasolina. O barril chega a ultrapassar US$ 80 (R$ 451,60 na atual cotação), porque o petróleo não acompanhou a demanda da retomada das atividades econômicas. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia são proibidas. Outra medida anunciada é a liberação de 18 milhões de barris por meio da venda de petróleo autorizada pelo Congresso americano.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *