Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Equipe econômica deve contrariar políticos e flexibilizar teto

A equipe econômica do ministro Paulo Guedes deve contraria alguns políticos, como o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, para lançar algumas medidas que flexibilizem o teto de gastos do Orçamento. Foi isso que informou o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, em entrevista para o portal Estadão.

“Tem de fazer com que as despesas obrigatórias sejam efetivamente reduzidas. A causa do problema é o crescimento das despesas obrigatórias. Temos de combatê-las. Elas cresceram R$ 200 bilhões em três anos. Esse é o problem. O ministro Paulo (Guedes, da Economia) deixou claro que é preciso rever as grandes contas do Orçamento. Pessoal é uma delas”, afirma ele.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, no entanto, chegou a afirmar que seria preciso essa tal flexibilização, mas voltou atrás em um publicação na rede social Twitter. ” Temos que preservar a Emenda do Teto. Devemos sim, reduzir despesas, combater fraudes e desperdícios. Ceder ao teto é abrir uma rachadura no casco do transatlântico. O Brasil vai dar certo. Parabéns a nossos ministros pelo apoio às medidas econômicas do Paulo Guedes”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *