Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Energia limpa gera economia de R$ 3 mi para o BB

O Banco do Brasil (BB) já economizou R$ 3 milhões em gastos com energia elétrica desde a inauguração, em março, de sua primeira usina de energia limpa. A instituição instalou 19 mil painéis solares em uma área de 20 hectares.

A usina é uma das sete que o Banco já licitou para a construção e com as quais pretende chegar a uma economia de R$ 150 milhões em energia até 2025. “O Banco do Brasil prevê que outras seis usinas do tipo entrarão em operação até o fim de 2021 nos estados de Minas Gerais, Goiás, Pará, Bahia e Ceará, além do Distrito Federal. Quando concluídas, as sete unidades vão fornecer 42 GWh de energia por ano, total semelhante ao consumo de 17,5 mil residências. A instituição espera, com essas medidas, deixar de emitir cerca de três mil toneladas anuais de dióxido de carbono, o que equivale ao plantio de aproximadamente 19 mil árvores”, diz o Banco, em seu site oficial.

Com foco na sustentabilidade e na eficiência energética, o Banco do Brasil vem direcionando investimentos, ações e esforços para o desenvolvimento dos negócios sustentáveis, aprimorando práticas e processos. Desse modo, o BB entende que, ao atuar com boas práticas em sustentabilidade corporativa, estimula responsabilidade ambiental, gerando valor no longo prazo para toda a sociedade”, observa Mauro Ribeiro Neto, vice-presidente Corporativo do Banco do Brasil.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *