Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Em alternativa à China, Rússia vira destino da carne brasileira

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, anunciou que o Brasil irá exportar carne bovina e suína para a Rússia, depois de um embargo chinês que atrapalhou as vendas brasileiras. Serão 200 mil toneladas de carne bovina e 100 mil toneladas de carne suína.

“Resumo do dia em Moscou: estive com representantes do governo e de empresas do setor de fertilizantes. Recebemos a garantia da continuidade da exportação de fertilizantes ao Brasil. O produto é essencial para a produção agropecuária. O governo russo anunciou que abrirá uma cota de 300 mil toneladas de carne (200 mil toneladas de carne bovina e 100 mil toneladas de carne suína) com tarifa zero de importação por seis meses, mercado que pode ser utilizado pelo Brasil”, escreveu a ministra em seu perfil no Twitter.

A exportação de carne à China está suspensa desde setembro. O motivo foi a identificação de casos atípicos de EBB (Encefalopatia Espongiforme Bovina), conhecida como o “mal da vaca louca”.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *