Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Drones impulsionam controle biológico na agricultura brasileira

A automatização da agricultura brasileira, principalmente no caso dos drones, está permitindo uma série de avanços no setor agrícola, mais especificamente no controle biológico, segundo informou a Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). “Essa tecnologia (baseada em Inteligência Artificial) vai permitir cada vez mais a gestão da agricultura por metro quadrado, e não mais por hectare, trazendo eficiência, sustentabilidade e rentabilidade”, afirma Marcos Fava Neves, diretor da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA) e professor da USP/Ribeirão Preto.

De acordo com o empreendedor Gustavo Scarpari, um dos grandes gargalos do controle biológico a é a tecnologia de aplicação de biodefensivos. “Os drones são capazes de realizar este trabalho com segurança e eficiência. Na liberação a granel de agentes biológicos, por exemplo, há veículos capazes de cobrir 600 hectares em apenas um dia, com alta qualidade de aplicação”, destaca o engenheiro agrônomo e fundador da Sardrones.

“O controle biológico vai crescer muito no Brasil em função dos drones. Acredito que todo o controle no futuro será feito somente com esses veículos”. Para os produtores, acrescenta Scarpari, os drones representam uma possibilidade de utilizar o controle biológico em larga escala.

“A análise das imagens coletadas, baseada em algoritmos sofisticados, permite identificar necessidades e oportunidades para melhorar o aproveitamento da terra, corrigir solos, ajustar níveis de irrigação etc. “, explica Jorge Ávila, diretor de Inovação da SNA. “O objetivo é otimizar o gasto com adubos, irrigação, sementes e outros insumos e aumentar a produtividade. Identificadas as ações necessárias, equipamentos tradicionais executam as operações programadas”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *