Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Direção do NOVO comenta saída de filiados e diz que partido cresceu 40%

Em nota enviada ao editor, o presidente estadual do NOVO no RS, Guilherme Enck, comentou o anúncio de que lideranças e militantes do partido, como Mateus Bandeira, estão de saída. A informação foi dada hoje em nosso site. (leia AQUI)

“A respeito da notícia de que membros do Partido NOVO RS estariam deixando a sigla, o diretório estadual informa que ainda não recebeu nenhuma comunicação oficial sobre tais pedidos de desfiliação e tomou conhecimento do fato pela imprensa.

Sobre as críticas mencionadas como os motivos para a saída do partido, o diretório destaca que os apontamentos se referem a normas e ações previstas em estatuto, que são apresentadas a todos os filiados, assim que aderem à sigla e fazem parte da história de atuação do NOVO desde sua fundação. O Presidente Estadual Guilherme Enck pontua, no entanto, a contribuição positiva dos membros, em especial Mateus Bandeira, que foi candidato ao governo estadual pela sigla. ‘Mateus é um excelente profissional, fez uma campanha honrada e representou nossos valores de forma exemplar e tem condições, como poucos, de ajudar o Brasil a melhorar em diversas áreas da gestão pública’.

A atuação do NOVO se distingue dos demais partidos, mantendo a atuação política separada da gestão partidária, o que se evidencia como pilar destes descontentamentos, argumenta o dirigente. ‘O NOVO pautou seu crescimento para 2020 de forma que pudesse ser mais competitivo no RS e Brasil, mas também pudesse crescer com a convicção de que quem está aderindo a sigla tenha a adesão aos princípios e diferenciais estatutários. Não é prudente abrir 100 diretórios e acabar 2020 com 100 candidaturas ‘laranjas’’, completa.

O partido celebra os resultados dessa estratégia tendo crescido 40% o número de filiados ativos no RS em menos de três meses.”

Guilherme Enck, presidente do NOVO do RS

O ex-presidente do partido no RS, Carlos Molinari, também dá sua versão para a saída de colegas de partido:

“Ao longo da minha gestão como presidente estadual do Novo (até fevereiro de 2018) sempre mantive uma ótima relação com o candidato Mateus Bandeira. Continuará contando com meu respeito e admiração caso decida se desfiliar. Concordando ou não, fato é que o Novo tem regras e um estatuto muito diferente da política tradicional. Vejo eventuais descontentamentos e desfiliações como algo natural. Faz parte. Entretanto, é importante ressaltar que só no mês de março foram 450 novas filiações no RS e apenas 59 desfiliações. Se seguirmos neste ritmo de crescimento o Novo certamente estará muito forte para disputar as eleições municipais em 2020.”

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *