Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Deputado volta a falar sobre imposto para energia solar

O deputado federal Lafayette de Andrada (Republicanos), relator do Plano de Lei que busca taxar a energia solar no Brasil, acabou de definir as emendas propostas são “justas e equilibradas”. A proposta visa permitir que as pessoas possam gerar sua própria energia em casa por meio de painéis solares, mas que haja uma cobrança de taxas sobre a Geração Distribuída (GD), o que o presidente da República, Jair Bolsonaro, chamou de “taxação do sol”.

Para o Presidente do Movimento Solar Livre, Hewerton Martins, mesmo com a probabilidade de tornar a energia sustentável mais cara, a iniciativa de “taxação do sol” significa que “o Brasil viraria subdesenvolvido em energia solar fotovoltaica”. “Usando ou não, todos pagam a taxa mínima. Nesse projeto elimina-se essa tarifa para viabilizar que as pessoas em vulnerabilidade social tenham acesso à energia solar”, finalizou.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *