Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Cresce proporção de latino-americanos que evitam notícias

O aumento do número de pessoas que evitam o conteúdo jornalístico é uma tendência mundial e é ainda mais acentuada nos países da América Latina, segundo o que mostra o Reuters Institute Digital News Report 2022. No Brasil é onde a situação é pior, já que 54% dos brasileiros evitam as notícias, bem acima da média mundial de 38%. Há cinco anos, 27% dos brasileiros preferiam não consumir as notícias, um pouco abaixo da média mundial da época, que era de 29%.

“Os dados indicam uma frustração com a política e uma espécie de polarização em vários países, principalmente na Argentina, Brasil e México. Isso geralmente está relacionado a um problema de baixa confiança e as pessoas veem nas notícias coisas com as quais não concordam. concordo , porque ele os vê muito inclinados para um lado ou para o outro”, disse o autor do Digital News Report, Nic Newman, à Latam Journalism Review (LJR).

Cerca de um terço (36%) diz que as notícias pioram seu humor. A dificuldade de compreensão é citada por 8% dos entrevistados como motivo para ficar longe das notícias. Isso é ainda mais verdadeiro entre o público com menos de 35 anos. “As pessoas estão procurando uma espécie de fuga, e no digital há sempre algo mais divertido para fazer”, disse Newman.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *