Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Contratação de segurança eletrônica exige conhecimento

A contratação de uma empresa de segurança eletrônica exige um certo conhecimento de seguros, segundo José Lázaro de Sá, assessor jurídico da Abese e sócio da S & A Advogados. De acordo com ele, cada vez mais consumidores se beneficiam de soluções proporcionadas pelo mercado de segurança eletrônica. 

“Partindo do interesse do consumidor final, que é o ator mais importante, pois mobiliza uma cadeia de interesses, é fundamental que se compreenda que os serviços de segurança eletrônica representam atividade meio, e não fim. Em outras palavras, por meio de recursos tecnológicos como câmeras de videomonitoramento, por exemplo, é possível elevar a segurança preventiva de um bem imóvel, o que não significa que este bem jamais será violado”, escreveu ele, em um artigo publicado no portal especializado itforum365.com.br. 

No entanto, por outro lado, ele diz que além de inibir uma invasão, neste caso, eventual ação pode ser comunicada instantaneamente ao proprietário do bem monitorado. “Isso é o que permite providências de preservação da integridade de pessoas, acionamento das autoridades, responsabilização de infratores, dentre diversos outros benefícios proporcionados por um sistema de segurança inteligente”, completa. 

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *