Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Conab reduz previsão da safra de soja pela terceira vez seguida

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), promoveu mais um corte nas suas expectativas para a safra de soja, que deve chegar a 113,45 milhões de toneladas, após estimar 115,34 milhões de toneladas em fevereiro. As informações foram trazidas a público na terça-feira (12.03), de acordo com a Agência Reuters.

Segundo a Conab, o tempo quente e seco entre dezembro e janeiro nas principais áreas produtoras do país, sobretudo no Paraná e em Mato Grosso do Sul, foi considerado o fator predominante para essa quebra da safra. A entidade chegou a estimar uma produção recorde de 120 milhões de toneladas de soja nesta temporada antes de ocorrerem as intemperes climáticas.

Para o milho, a Conab elevou as expectativas para 92,80 milhões de toneladas, frente as 91,65 milhões no boletim de fevereiro. No entanto, essa estimativa ainda é considerada como afastada do recorde de 2016/2017, quando foram produzidas 97,8 milhões de toneladas.

“Esse resultado é reflexo da maior área”, afirmou o superintendente de Informações do Agronegócio da Conab, Cleverton Santana, em nota. “Com 80% dos grãos já plantados, os agricultores devem destinar 12 milhões de hectares para plantio (de milho segunda safra), em vez dos 11,5 milhões de hectares da safra passada”, comenta.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *