Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Como evitar eventuais fraudes no Pix?

Já que o Pix, nova tecnologia tem o intuito de simplificar as operações existentes, como TED e DOC, está prestes a entrar em funcionamento, alguns cibercriminosos já começaram a buscar falhas no sistema para aplicarem golpes. Nesse cenário, o portal especializado itforum365.com.br listou algumas dicas para evitar fraudes.

“A primeira forma de golpe relacionado ao Pix sobre a qual os pesquisadores da ESET tiveram notícia foi referente ao pré-cadastro. Criminosos estavam enviando um e-mail às vítimas se fazendo passar por uma instituição bancária de confiança com um link para que elas realizem o suposto cadastro. Na verdade, o link falso levava a um site malicioso preparado para coletar dados sensíveis de todas as vítimas que caíssem no golpe e enviava aos criminosos”, comenta.

Dentre as principais possibilidades de fraude, o surgimento de pequenas adaptações para tentar atrair vítimas para golpes na hora do cadastro requer atenção, assim como sequestros relâmpagos e chaves falsas. “Independente de qual das informações seja escolhida como chave, criminosos podem se aproveitar do desconhecimento de certas informações para fazer vítimas. A maioria dos brasileiros já teve notícias sobre sequestro relâmpago, quando criminosos mantêm a vítima cativa por um curto período de tempo e aproveitam esse breve período para subtrair o máximo de recursos antes de deixá-la em algum lugar”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *