Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Cinco maiores bancos reuniam 85% de todos os depósitos em 2017

Os últimos dados disponibilizados pelo Banco Central (BC), que tratam da concentração bancária no Brasil, indicaram que os cinco maiores bancos do País reuniam 85% de todos os depósitos no ano de 2017. Nesse cenário, de cada R$ 10 depositados, R$ 8,50 ficavam na Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil (BB), Itaú Unibanco, Santander e Bradesco.

De acordo com economista-chefe da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Rubens Sardenberg, a concentração bancária no Brasil não significa menor competição. “Depois da crise de 2008 houve uma tendência de concentração, com a mudança de regulação, que exigiu mais capital. Quando os bancos públicos saem da conta, o nível de concentração é menor. Isso não é um problema, desde que se assegurem as condições de concorrência. Tem havido um ingresso significativo de novas empresas nesse segmento. Essas questões devem ser debatidas pelos reguladores”, explica.

Nesse cenário, segundo Ricardo Rocha, professor de finanças do Insper, essa concentração é vista em várias partes do mundo, mas a burocracia brasileira faz com que ela seja mais grave. “Para um investidor estrangeiro abrir um banco no Brasil, ele precisa de autorização do presidente da República. Isso deveria ser competência exclusiva do Banco Central. Isso encarece demais a operação. Com isso, temos menos bancos interessados em operar aqui”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *