Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Carta Aberta ao Presidente Jair Bolsonaro – por Carla Rojas Braga

Caro presidente Bolsonaro, boa tarde!

Fui sua eleitora.

Fiz até campanha para o senhor ser eleito através das minhas redes sociais.

Fiquei apavorada com a possibilidade do Haddad vencer e o PT continuar no poder e o senhor era nossa única chance.

Foi um alívio quando sua vitória foi anunciada!

Um sopro de esperança surgiu na alma de milhões de brasileiros.

Ninguém aguentava mais aquela corja de corruptos no poder.

A tentativa de assassinato que o senhor sofreu foi um horror.

Parabéns por sua capacidade de superação! Mas imagino que essa experiência tenha sido terrível e tenha deixado algumas sequelas emocionais.

O senhor foi um bravo, mas ninguém é de ferro!

E por ser sua eleitora e psicóloga, tomo a liberdade de escrever esta carta.

Entendo que, por sua formação militar, a existência de um inimigo permanente a ser combatido exista na sua maneira de pensar e de ser, mas talvez seja hora de união da tropa toda, incluindo alguns supostos inimigos.

O Brasil precisa de todos.

Também entendo que esse seu jeito meio tosco e informal possa ser um indício de que não é falso ao extremo, como outros, mas talvez agora seja hora de se reinventar e usar mais sua inteligência.

O mundo todo mudou com o Coronavírus.

Acredito que o senhor até tenha razão em querer um lockdown mais vertical nesse momento, para que o país não quebre, mas sua maneira de se expressar, com esse jeito belicoso, acaba por não fazer o que deveria: deveria passar as informações técnicas e decisões de maneira segura e serena, como autoridade que é, para que todos acatem.

Esse seu jeitão beligerante e extremamente desconfiado acaba por não lhe ajudar a se fazer entender, nem respeitar, nem acatar.

Ao contrário, só dá munição para aquela porção vermelha da imprensa e da política para desviar o foco das suas boas ações e focar nas suas brigas e nas suas falas.

Sim, os inimigos existem, mas talvez, como presidente, o senhor devesse vê-los como adversários.

Como adversários, eles não têm tanto poder, não têm tanta voz.

A sua inabilidade para se comunicar adequadamente como presidente está dando mais poder e mais voz aos adversários.

O presidente Trump tinha o mesmo problema no início de seu governo .

Mas inteligentemente mudou.

Atualmente, os pronunciamentos dele são serenos, maduros e firmes. Seguros.

Ele próprio parece estar mais seguro agora. E o povo americano o está respeitando mais.

E a economia dos Estados Unidos está melhorando.

Inspire-se na mudança dele, já que são aliados.

Procure ajuda especializada para aprender a se comunicar melhor, por favor.

E, se for possível, procure uma ajuda especializada para se acalmar, ficar menos ansioso e menos desconfiado e na defensiva.

A ansiedade prejudica a tomada de decisões inteligentes e a comunicação.

O senhor tem muito caminho pela frente e nós precisamos que esteja com a cabeça boa.

O povo brasileiro não é seu inimigo.

É aliado.

Somos milhões de aliados.

Neste momento, nossos inimigos são o Coronavírus e a derrocada da economia do país, que estava se recuperando.

Esqueça os outros inimigos e adversários.

A próxima eleição é só daqui a quase 3 anos, mas a guerra contra a doença e contra o desemprego e a pobreza é hoje.

Não se isole, presidente.

Estamos todos na mesma trincheira e precisamos de um comandante seguro, sereno, inteligente e com a cabeça no lugar.

Vamos vencer essa guerra juntos, tá ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *