Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Canal de denúncias do Meta ficará disponível nas eleições

O Facebook e o Instagram, redes sociais do Meta, contarão com um canal de denúncias durante as eleições brasileiras. Após o recebimento da denúncia, ela será analisada pela Meta (proprietária dos aplicativos) e, se violar as políticas das plataformas, o conteúdo será removido, segundo o It Fórum.

Isso ocorre porque a empresa firmou um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com parte dos esforços de combate à desinformação para garantir a integridade do processo eleitoral brasileiro deste ano. “Desde dezembro, as postagens no país que tratam de eleições no Facebook e no Instagram estão recebendo um rótulo. A partir dele, as pessoas são direcionadas ao site da Justiça Eleitoral, onde encontram informações oficiais sobre o sistema de votação e artigos rebatendo desinformação sobre o processo eleitoral. O Brasil é um dos primeiros países em que a Meta lançou os rótulos e o primeiro em isso foi feito mais de dez meses antes do dia da votação”, diz o portal.

“A Meta ajudará o TSE para que o tribunal possa ter acesso à interface de programação de aplicativo (API) da Biblioteca de Anúncios do Facebook, onde ficam visíveis conteúdos patrocinados ativos e inativos sobre eleições ou política no Facebook e no Instagram. Com a API, as equipes do TSE poderão ter acesso aos dados disponíveis na Biblioteca de Anúncios, como faixa de valores pagos, total de impressões de um anúncio e datas em que a publicidade foi veiculada, a partir de uma pesquisa com base em palavras-chave personalizadas”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *