Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Brasileiro ainda prefere telefone para SAC

Uma análise do Centro de Inteligência Padrão (CIP) em parceria com a OnYou, especializada em monitoramento da experiência com a metodologia de cliente resultou na descoberta de que uma a cada três solicitações de SAC (36%) durante a pandemia de COVID-19 foi feita pelo canal telefônico. Na sequência, o chat on-line ficou com 21%, e o e-mail, com 20%.

Além disso, o estudo identificou que três quartos dos brasileiros (75%) contataram ao menos uma vez este serviço analógico. “As principais reclamações são referentes a uma menor resolutividade dos problemas (23%), aumento de falhas “sistêmicas”, como queda na conexão e/ou ligação (20%), falta de interesse do atendente (12%) e percepção de ruídos e conversas ao fundo na ligação (9%)”, explicou o portal especializado itforum365.com.br.

“Apesar dos esforços de migrar as demandas para os canais digitais, o WhatsApp e as redes sociais foram os menos utilizados durante a pandemia, com 15% e 7%, respectivamente”, conclui.

(Equipe do site)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *