Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Brasil exporta data centers para América Latina

O Brasil está exportando data centers pré-fabricados para a América Latina, fazendo com que os negócios em outros países também sejam otimizados, segundo informou Rafael Garrido, que é Country Manager da Vertiv Brasil. De acordo com ele, os data centers pré-fabricados substituem o edifício, oferecem as mesmas garantias dos data centers tradicionais e ainda reduzem o prazo entre o desenvolvimento do novo centro e sua operação para um período entre 4 e 5 meses.

“O Brasil já desenvolveu projetos de data centers pré-fabricados com mais de 1000 m² de área, organizados em 18 módulos. A maior procura é por módulos que vêm com as soluções de energia, ar condicionado de precisão e monitoração de ambiente que garantam seu funcionamento 24×7, qualquer seja sua aplicação, qualquer que seja o ambiente exterior onde estarão inseridos. A partir dessa infraestrutura pronta, a empresa usuária do data center pré-fabricado irá inserir, nos racks, os servidores, roteadores, firewalls etc. que necessita para suportar seus negócios digitais”, comenta, em um texto publicado no portal especializado itforum365.com.br.

Por razões de espaço ou porque essa é a realidade de sua operação, muitas empresas usuárias precisam instalar o data center pré-fabricado em ambientes externos hostis, expostos às intempéries. “Isso vai do estacionamento de uma universidade até usinas hidrelétricas e minas. Os fabricantes de data centers pré-fabricados são capazes de fornecer estruturas robustas que, comprovadamente, protegem o equipamento crítico em clima adverso”, conclui.

(Equipe do site)