Insira sua pesquisa e pressione ENTER

Áreas-chave devem regulamentar IoT

Existem uma série de áreas-chave que irão regulamentar a Internet das Coisas (IoT), segundo afirmou Dustin Pozzetti, sócio líder do setor de tecnologia, mídia e telecomunicações da KPMG no Brasil. De acordo com ela, as principais áreas são a governança, avaliação de riscos, gestão da cadeia de suprimentos e o ciclo de vida do desenvolvimento seguro.

“As soluções em Internet das Coisas estão mais presentes no dia a dia das pessoas, com dispositivos cada vez mais conectados à rede. Como efeito desse cenário, as coletas de informações e dados pessoais aumentam significativamente, ocasionando riscos potenciais à segurança dos dados. Os legisladores vêm trabalhando para regulamentar o segmento, de modo que as empresas se responsabilizem pela proteção das informações de seus clientes”, comentou.

Além disso, é preciso prestar a atenção também em gestão da configuração, identificação da gestão, gestão e privacidade de dados e monitoramento e gerenciamento de vulnerabilidades. Ela publicou no relatório “Após a precipitação das regulamentações de IoT” (no original, em inglês, “After the rainfall of IoT regulations”).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *